quarta-feira, 19 de dezembro de 2007

O Natal que não gosto

Fico falando que gosto de Natal e gosto mesmo, mas é do clima do Natal e não de tudo.

Tem coisas que acontecem no Natal que não gosto de jeito nenhum.
Eis algumas.

Lojas cheias: Aff... Odeio com todas as forças. Por isso faço uma lista e compro tudinho antes. E se alguém me chamar pra bater perna e ver vitrine nesses dias tá caçando confusão porque eu não vou mesmo. Sem contar que a mercadoria fica toda zoneada dentro das lojas, aquela bagunça do inferno e eu não acho nada do jeito que eu quero.

Ser mal atendida: Você entra, pergunta alguma coisa e a vendedora faz aquela cara de bosta. PQP, eu sei que ela ta cansada e que tem cliente chato demais, mas ela tá lá é pra atender e não ficar conversando fiado no caixa ou com a cara ruim pra todo mundo. Dou logo meia volta e vou pra próxima.

Panetone: Não gosto mesmo. Se for o tradicionalzão com frutas até que desce, mas esses modernos com um monte de coisa dentro, nem pensar.

Peru e Chester: Não é ruim, mas também não é bom. Não entendo, o brasileiro come frango com churrasco o ano inteiro e depois inventa de comer esses franguinhos metidos a besta no Natal. Só porque todo mundo come e é caro. Ainda bem que na casa da vovó rola é churrascão mesmo. Imagina assar chester pra quase cem pessoas que comem pra caramba.

Cópia da Europa: Me diga pra que copiar os hábitos europeus já que moramos num país tropical. Com o calor de rachar que faz aqui em dezembro, tínhamos que comer nossas frutinhas tropicais e não bacalhau,castanhas, nozes, frutas secas. Vixe. A gente não come essas coisas nem no inverno, vai comer isso no Natal só porque europeu come? Acho isso muito estranho. Só falta usar gorro e cachecol por causa da neve.

Presentes fuleiros: Ninguém é obrigado a dar presente pra ninguém. Mas já que a pessoa quer dar um presente, compre pelo menos uma coisa razoável, de bom gosto. Tem gente que da cada coisa de presente amigo oculto. Já ví gente dando coisa que ganhou no Natal passado e não gostou. Pensa comigo: "Se nem você gostou vai dar pro seu amigo?"

Exploração: Tudo é mais caro. Até o que estava de promoção o ano inteiro e ninguém comprou, agora aumentou o preço.

Bebedeira: Tem gente (na minha familia tem aos montes), que acha que se não beber a cerveja toda da geladeira ela vai perder, estragar para todo o sempre. E aí bebe até não aguentar mais e enche o saco de quem está são. Como a cerveja acabou, no outro dia tem que comprar mais e beber tudo e assim vai até o Ano Novo. Credo... Eu gosto de uma cervejinha mais odeio quem só fala em golo, cerva, farra etc.

Não celebrar o verdadeiro sentido do Natal: Pra mim esse é o pior. O povo lembra de quase tudo. Lembram dos presentes, bebidas e comidas, mas esquecem o verdadeiro motivo da festa, esquecem de receber o principal convidado.

Jesus vai nascer, chegar em nossa festa, e em muitas casas as pessoas estão tão ocupadas que ninguém vai recebê-lo, ninguém vai lá atender a porta e ele fica de fora. Muitas vezes ele nem é convidado...

Na casa da vovó, apesar de sempre rolar uma galerinha e uma festinha no dia 24, a ceia noturna não é tradição. Mas no dia 25 de manhã, desde que me entendo por gente é seguido um ritual. Vovó que estabeleceu isso a muitos e muitos anos atrás.

Ritual: O povão vai chegando e arrumando a mesa do café, com as frutas, biscoitos, panetone e um bolo no meio da mesa. Aí alguém prepara uma celebração. Rezamos, cantamos, e eu preparo uma dinâmica de grupo. (Era meu irmão, mas como ele mudou de país, há 5 anos fiquei com a tarefa). Depois todo mundo abraça desejando Feliz Natal e um monte de gente chora. Canta parabéns pra Jesus. (Por isso que tem bolo, a minha avó faz questão. Ai da gente se não fizer isso. Rsrsr).

Só depois podemos tomar o café, fazer o amigo oculto e partir pra cerveja e pro churrasco.

Acho isso tudo muito especial e faço questão de participar. Fico muito triste porque vejo que muitas pessoas da familia já não ligam mais pra esse momento, algumas vão por obrigação e não vêem a hora de tudo acabar para começarem a beber logo.

Enquanto vovó estiver entre a gente eu continuo a fazer tudo com muito prazer e carinho. Depois, não sei como vai ser...

Só tenho uma certeza, não quero nunca que na minha familia o Natal se resuma a bebida, papai noel e presentes.

Muito breve uma luz vai brilhar.
Dessa luz Ele então surgirá
Se materializando ante os olhos Surpresos do mundo
Não se pode fugir dessa Luz
Dessa força chamada Jesus
Se procure, se encontre depressa
Ele está pra chegar
Pare pra pensar, Pense muito bem
Olhe que esse dia já vem

Ele está pra chegar - Roberto Carlos



5 comentários:

Cíntia disse...

Olá Renata!

PARABÉNS! Q POST ARRASADOR!!!
Vc escreveu tudo o q eu penso sobre Natal. Sabe por causa dessas pessoas da família q só se acabam de beber e outras bobeiras do tipo ficar tirando sarro, eu tô fora. Vou passar o Natal sozinha e vou sim abrir a porta prá Jesus entrar e quem tem ele no coração e na vida é sempre mais feliz e forte prá tudo.

Achei linda essa celebração q vcs fazem, isso sim é q uma família unida.

Olha só q coisa, eu n sei bordar. Foi como vc disse se nós morassemos perto, com certeza eu teria o maior prazer de te ensinar tudo o q vc quisesse sobre o crochê e o q eu não soubesse, nós aprenderíamos juntas.

Vou te deixar um link aqui q a mulher ensina várias coisas de crochê pelo Youtube se vc se interessar quem sabe não dê uma passadinha por lá. Fazer bico de crochê é a coisa mais fácil q tem.

www.elainecroche.blogspot.com

Beijão e continue firme em seus propósitos.

Fabrício disse...

Concordo com a Cíntia! Neste post você "matou a pau"!

Fiquei aqui lembrando de todas as meias e cuecas que já recebi no Natal: certamente foram muitas, rsrsrs! Ah! Ganhei algumas caixinhas de lenços também, mesmo sendo presente de amigo oculto ganhado quando eu tinha uns 9 ou 10 anos. Dureza viu! Avisa aí: criança gosta é de brinquedo!

Lembrei também da primeira e única vez que tentaram instituir um peru no natal na casa da vovó e não deu certo por razões óbvias; mas a galera também gostava de pão de queijo e broa recheados com pernil assado. Hum, que delícia!

E neste natal, o que teremos no cardápio?

Andréa Wolff disse...

Oi Renata:
Que bom que conheceu o blog, e obrigada pelos votos de felicitações pelas minhas primaveras...
É o bolo da D. Laura (ela só sabe fazer este) é uma delícia, e olha que façanha tô comendo só um pedaço por dia...Como ele é doce demais, tá demorando p/ acabar (risos)
Não consigo falar só de dietas, quando vejo já escrevi um monte de coisa que não tem nada a ver com RA...Mas muitas dessas coisas são o que me fazem engordar, outras são que me dão prazer...E ai vem a auto-análise...Já que como compulsivamente. Se eu tiver que falar só de cardápio tô ferrada! O blog é uma terapia gratuíta(risos)
Também adorei seu blog e principalmente sua lista do natal que vc não gosta! Eu indentifiquei com muita coisa que vc escreveu ( e bem) ...Parabéns!
Vou linkar, vc ok!
Abração

NINA disse...

AMIGA LINDONA!!! ACHEI A SUA VOVÓZINHA UMA FOFA DE PAIXÃO! LINDA ELA NÃO...MAS OLHA QUE EU ASSINO EMBAIXO DE TUDO QUE VC ESCREVEU...
SABIA QUE ESCREVENDO O SEU COMENTÁRIO ESCREVI TANTO QUE VIROU UM POST?
ENTÃO VOU COLOCAR O RESTO LÁ NO MEU BLOG! BJOS

Déia disse...

oi Renata, adorei seu blog! passei aqui para retribuir a visita e o comentário no meu blog. Menina, vc falou tudo sobre o natal. Esse ano não deu pra adiantar nada dos preparativos, estou pagando todos os meus pecados por isso...pra vc ter uma idéia, saí do shopping ontem quase 1 da manhã, e na quinta, saí do supermercado às 23h...ninguém merece! E como deixei tudo pro final, tá tudo caro, um absurdo! Ano que vem vou planejar isso melhor, há se vou...adorei as coisas que vc escreveu sobre o natal, só não concordo com uma: Adoro chester! como o bichinho é mesmo muito caro, espero o ano todo para comer no natal, ele é mesmo um frango gigante, mas tem muita carne de peito, que eu gosto demais...peru eu tb não gosto, é muito seco, e a carne da coxa é preta, acho bem ruim...gostaria de lhe desejar um feliz natal, e um 2008 maravilhoso, pra vc e pra sua família linda...beijos e vou te linkar no meu bloguinho, ok?
Déia
http://diethistory.zip.net/