terça-feira, 16 de setembro de 2008

Beber, Cair, Levantar

Esta é a minha música
"Beber, Cair, Levantar
Beber, Cair, levantar...

Eu caio + levanto.

Notícia ruim: Papai está há duas semanas sem trabalhar porque a danada da pressão não abaixa. Não há remédio e dieta que dê jeito. Só Deus.
Fico preocupada demais, com o coração na mão.

Notícia Boa: Arrumei um estágio do jeito que eu queria.
Horário menor e na minha cidade.
Não tem ônibus. Vou ter que andar mais de meia hora pra ir e pra voltar.
A caminhada é forçada, rsrsrs
Agora é esperar a papelada ficar pronta pra começar a trabalhar.
Previsão para início na segunda feira.
Estou torcendo pra dar tudo certo.
Estou muito feliz.

Conselhos:
No sábado teve churrasco na casa da sogra.
Me falaram que eu sou séria demais, que às vezes eu chego a "ser grossa" de tão séria. Foi essa a expressão.
Núuuu, profundo demais né.

Eu pensando: Não converso muito pra não falar merda e aí me passo pela mal educada da família. Fazer o quê... Não consigo ficar dando risadinhas e depois meter a falação nas costas das pessoas. Prefiro ficar séria mesmo, com ar de poucos amigos. Pra mudar essa imagem, vou ter que ser um pouco falsa, dando risadinhas pra todos os lados. Tenho que analisar se essas mudanças serão mesmo necessárias ou se continuo com a fama. Ainda não decidí, acho que prefiro continuar com a imagem de grossa, será mais confortável pra mim.

No domingo teve almoço na casa da mamãe, parentada toda reunida. Estavam falando de pessoas que trabalham muito, que só pensam em dinheiro etc, e eu disse que não sou uma pessoa ambiciosa. Aí uma tia falou que um pouco de ambição não faz mal pra ninguém, que eu precisava pensar mais nisso.

Eu pensando: É ... preciso pensar em ganhar mais dinheiro e possuir mais bens porque estou pensando demais em sentimentos e deixando a vida "dinheirística" muito de lado. Fico pensando em formar e ter meus filhos, arrumar um emprego de meio período pra cuidar deles e da minha casa, mesmo que ganhe pouco... Mas na verdade, quem investiu tempo e dinheiro numa faculdade, deveria era estar pensando em ser trainee de uma grande empresa, arrumar um excelente emprego, comprar um carro zero, fazer uma lipo, ser a esposa mais linda do mundo e só daqui uns sete anos arrumar um filho, e depois, já com um salário ótimo, contratar uma babá para fazer tudo. Ainda não decidí, mas acho que vou preferir continuar pobre, sem ambição e com o filho em casa mesmo. (Amélia sim e daí?)

Domingo anoite, lá estava eu numa festinha de Chá de Panela e uma amiga disse que eu preciso fazer uma terapia... que eu preciso me encontrar... como mulher, como pessoa e como profissional. Que a terapia ia me ajudar em muitos aspectos...

Eu pensando: "Nossa, estou completamente perdida... preciso fazer essa "tal" de terapia urgente... eu sou uma mulher que não me encontrei ainda...
No fundo deve ser legal e ajudar sim. Mas, enquanto não faço a terapia, preciso mudar meus conceitos. Acho que estou passando a imagem de uma mulher "sem rumo". Só que eu nem sei o que fazer pra mudar essa imagem e se isso é realmente possível e necessário.


A verdade é que todo mundo tá me dando um tanto de conselho. Eu não estou achando ruim porque eu só acato o que eu quiser e todo mundo é livre pra se expressar. E, quando estas coisas acontecem, encaro como uma oportunidade pra rever os minhas atitudes.

Eu pensando: Se todo mundo fala o que quer pra mim é porque eu escuto né... E se eu resolver a falar pra todo mundo o que eu quero, será se eles vão escutar? Dizem que quem fala o que quer ouve o que não quer.
Pior sou eu, que não falo o que quero e ouço o que não quero!!! Isso é tudo muito complexo...


Recebo muitos conselhos sempre, eis alguns... e meus pensamentos.
* Não arrume filho, vai acabar com a sua carreira (Han? qual carreira? desempregada padrão?)
* Arrume um filho logo, tá esperando o quê? Onde comem dois comem três (só que os dois já existentes não tomam leite NAM, não precisam de supervisão 24 horas e não usam fraldas descartáveis)
* Porque vc não arruma um emprego num banco, na sua área tem tanta gente no banco (vai me indicar? Todo mundo que tá lá tem QI fortíssimo e eu não)
* Não procura emprego não... seu marido te dá tudo mesmo (ahhh é, esquecí que ele é rico e me dá tudo... semana passada mesmo ganhei um anel de diamante e um colar de rubi, affff)
*Porque você não emagrece? É só fazer exercícios e dieta (mesmo? não sabia disso... quem te contou?)

E por aí vai...
É como diz outro ditado...
É melhor ouvir isso que ser surda.

Ou aquele que eu adoro:
Todo mundo vê as "pinga" que eu bêbo, mas ninguém vê os "tombo" que eu levo

Beber, Cair, Levantar... Beber, cair, Levantar...

7 comentários:

Rogeria disse...

Ola!Amiga que post grande hein,repleto de auto analise , gosto do seu modo de escrever,sabe tambem sou considerada a grossa da familia(melhorei um pouco apos me tornar evangelica)preciso e quero ser uma pessoa melhor, nao pelo que o outro fala de mim, eu cheguei na idade das reflexoes( no seu caso esta idade esta distante...rs)Faça tudo no teu tempo amiga.
Lembro-me que odiava as reunioes familiares porque eu era o centro das CRITICAS, nossa vc so vive de mal humor, precisa emagrecer quem sabe vc se alegre um pouco e por ai vai, acho que essas reunioes so mudam de endereço, te compreendo perfeitamente.
Sobre a musica beber cair e levantar já rí muito é tô assim igual vc caindo muitoooo!(So nao bebo....rs)
Bjus
Ro

Eu Digo (Bettinha) disse...

Esse aqui eu adorooooooooo....
Todo mundo vê as "pinga" que eu bêbo, mas ninguém vê os "tombo" que eu levo!
Porque é bem assim mesmo. É mto fácil eu te auto analisar e formar uma opinião em cima daquilo que eu vejo raramente.
Eu acho que vc tem que ser vc mesma principalmente com sogra viu, pq eu vivia tentando contornar pra não deixar o caldo esparramar e mesmo assim levei, até que cansei e resolvi mostrar quem realmente sou, agora ela tem uma opinião concreta e real sobre minha pessoa e VIVEMOS FELIZES PARA SEMPRE rsrs pelo menos eu vivo.
As pessoas gostam mesmo de se intrometer na vida alheia, mas é como vc mesma resaltou, se intrometem tanto e falam porque vc dá esse tipo de abertura e pode ter certeza que um dia que resolver abrir a sua boca pra dizer o que acha de um e de outro vai criar inimizades, mágoas etc, pq na maioria das vezes quem fala e aponta os outros detesta que façam o mesmo com elas.
Quanto aos filhos, só vc amiga e seu marido poderão decidir por isso (de verdade rs) pq na hora H mesmo ninguém vai bater a sua porta pra te perguntar se tá precisando de um pacote de fralda que seja, pelo contrário dirão que vc é doida, sem juizo, responsabilidade etc etc etc etc...
Essa teoria ai AONDE COMEM UM, COMEM DOIS rsrs ouço demais tbém e depois que tiver o primeiro filho vc ouvirá OLHAAAA QUEM TEM UM NÃO TEM NENHUM VIU, VAI ARRUMAR OUTRO QDO???
É só cobranças se formos seguir tudo o que ouvimos estamos perdidas rsrs.
Viva da melhor maneira possivél, mude qdo achar que tem que mudar e seja feliz com mto ou com pouco mas SEJA FELIZ!!!!

Bjos pra vc e mto boa sorte no estágio

sabrynna disse...

Nossa Renata, eu ri muitooo com esse seu post viu? É impressionante como tem gente indelicada nesse mundo...cada um que te diz uma coisa...já passei por isso várias vezes no Brasil. Aqui eu nao vejo isso, pelo menos até agora eu nao vi ninguem me dizendo nada, a família do meu esposo por exemplo me conheceu mais magra quando vim aqui das outraz vezes e agora mesmo mais gordinha ninguem comentou nada comigo, claro que devem ter percebido que engordei, mas nao sao indiscretos e dizem " vc engordou né?" , como qualquer pessoa da minha família diria....meu esposo tao pouco me pressiona em nada. No Brasil existe muita pressao social pra emagrecer, pra arrumar emprego...etc, etc... é chato, mas olha liga nao Renata, deixem que falem o que quiser e siga sua vida da forma que vc achar mais conveniente. Beijos e fique com Deus.

Aninha disse...

È amiga a gente tá juntas nessa luta. Pode até demorar um pouco mas com certeza a gente chega lá.
Eu acho que tu não deve mudar teu jeito de agir só pq os outros tem uma impressão errada de você não, afinal não dá pra agradar a todos sempre. Beijinhos

nina disse...

Pois é... o mundo é cheio de pessoas que falam demais...dão pitaco mais ainda...mas passe a perceber a vida de quem da os tais..enfim..assim...é aquela velha história...todo mundo tem teoria...mas me mostre a pratica q ai eu aceito os conselhos...dos 15874458632487 conselhos,poderás seguir apenas 00000000000,2...rss
PS: eu dou tanta risada com sua sinceridade... adoroooo mesmo...mesmo...bjo bom!

Beth disse...

Adorei este post.
Primeiramente, desejo que seu pai fique logo bem, que a pressão normalize e ele possa voltar à ativa, sem sustos, sem riscos, ok? Deus no comando, há de dar AQUELA força especial, que só Ele mesmo!
Sobre o que escuta e o que pensa sobre o que escuta, é isso mesmo. A gente pode até ouvir, porque dentre o que nos é falado ou sinalizado, sempre pode haver algo que uma reflexão valha a pena. Mas a gente tem que filtrar muito do que nos é direcionado. Afinal, há todo tipo de intenção, de verdade, de mentira, de percepção correta ou indevida naquilo que nos dizem ou nos fazem saber.
O que for agregador, aproveite.
O que não servir para nada, despreze. Se bem que até estas coisas servem para a gente ter ainda mais certeza do que não quer também...
A questão do humor é muito relativa. Sou alegre, bem humorada, falante etc. Mas dependendo do lugar, das pessoas, do assunto e da situação no geral, posso ser a pessoa mais chata e insuportável do planeta. E grossa? SEi ser como ninguém...rs
Tudo depende.
Seja você mesma,. procurando sempre ser a "melhor você mesma possível", não para que A ou B ache-a bonitinha e sim para que você se sinta bem, encaixada em si mesma, esta é minha dica, se me permite...rs
Beijoca
Beth
http://aconquista.zip.net

Vania San disse...

A personalidade, a vida e a carreira são só suas (rsssssssssss) eu gosto de bons conselhos, mas acho que muita gente "perde" a opinião qdo se mete na minha vida (rsssssssss).

Olha, só vc sabe se tua vida está boa para vc ou não. Se for abrir a boca para fofocar, melhor o silêncio né? Senão agente se enrola e fica mal...

Ambição, báh, duvido que vc não tenha o suficiente! Não tem que ter o mesmo tanto ou mais que os outros!

Enfim, acho que vc é uma pessoa bem legal, "sem firulas", e se assim é bom para vc, que bom!

Mas, claro, se acha que mudar uma coisinha aqui ou alí vai te ajudar: todo apoio (rsss).

Beijos