terça-feira, 29 de julho de 2008

Metamorfose


Estive a pensar...
Onde foi que me abandonei? Onde foi que parei?
Pois é essa a sensação que tenho, que parei no tempo.

Por algum motivo, e eu realmente não sei qual, eu parei.
Parei de estudar, de procurar emprego, de fazer exercícios, de cuidar de mim...
Eu que era vaidosa, que gostava de comprar roupa nova, sair pra dançar... um dia me ví com 20 quilos a mais, com os cabelos sem cuidar, sem emprego, sendo reprovada em muitas matérias na faculdade e me sentí sem rumo.

Eu sei que tenho amigos, uma família boa, um marido atencioso, mas tem dias que isso não me basta.

Às vezes penso que não da mais pra voltar, pra recuperar o que se perdeu pelo caminho... às vezes acho que da pra recuperar sim.
Eu estou me recompondo aos poucos pois eu preciso voltar a ser a Renata de antes, porque sinto que esta do momento não sou eu.

Quando me vejo nos retratos sinto que não sou eu.
Quando saio de calça de Jeans e não mais de vestidos sinto que não sou eu.
Quando insinuam que sou preguiçosa porque não trabalho fora sinto que não sou eu.
Quando vou comprar qualquer coisa e acho que está caro demais porque não ganho meu próprio dinheiro sinto que não sou eu.

Quero voltar a ser eu.

Vão me dizer que as pessoas mudam, o tempo muda e tudo muda e que "nada do que foi será denovo do jeito que já foi um dia", que tudo passa, tudo sempre passará.

Eu sei. Mas acho que algumas coisas podem mudar.
Deixar de ser o que me tornei e mudar pra melhor por exemplo.
E penso que isso é possível.

Vai demorar um pouco, porque sou mais lenta que outras pessoas em muitas coisas mesmo.
Demorei pra casar, pra entrar na faculdade, pra usar um computador...
Então porque não demoraria pra formar, pra ter um filho, pra emagrecer, pra decidir o que realmente vou fazer da minha vida?
Cada um tem o seu tempo e suas fases.
E EU PRECISO de verdade acreditar em tudo que estou escrevendo.

Quando falo de mim assim, tão abertamente, muitas pessoas acham que estou triste, que estou depressiva e quase morrendo e não é isso. Como tento ser sincera, jogar limpo comigo mesma e falar o que me vem a cabeça, às vezes passo esta impressão mesmo.
Só estou tentando ser eu (sem firulas).


Beijo grande pras blogueiras que tanto me ajudam, cada uma com seu jeito.
Beijo especial:
* Para a Beth que é sempre tão atenciosa e sabe como ninguém descrever o que uma pessoa acima do peso vive.
* Pra Roberta que se tornou minha amiga e compartilha de tantas idéias. Na maioria das vezes parece que fui eu que escreví as coisas que ela fala.
* Pra Valentina que foi transplantada e em breve vai voltar com um rim novinho em folha, com a alegria e com os posts legais de sempre.


"Quando o amor de Deus encontrar lugar no seu coração cansado
Por certo entenderás que tu é bem mais que os teus erros do passado
Se procurares bem, saberás que tens na fraqueza tua força
E o que te faz cair pode se tornar um impulso pra vitória."

Pe. Fábio de Melo

7 comentários:

Vania disse...

Estou aqui cheia de dedos... olha: entendo essa sua sensação, mas só em partes.

Eu soube me abandonar muito bem, mas foi sempre para fazer outra coisa (carreira, família, etc).

Pelo que você escreve, você passou por uma fase de abandonar tudo, não só a sua saúde.

Então, vou te dar um conselho prático e uma dica:

Pega um papel e escreve o que é que você quer ser e ter e viver no ano 2018 (10 anos para frente). Pensa sobre isso. Porque o que passou, passou, mas temos uma vida inteira pela frente.

Pensa bem no que é que você quer ser e viver num futuro de médio prazo. Daí pensa o que é preciso mudar agora para que isso seja possível.

Vou te dar um exemplo prático:

quando estava ostomizada o ano passado, pensei:

1) quero ser professora (mas uma professora magra e muito elegante)
2) quero mais uma filha (mas quero "viver" a maternidade)
3) quero ter uma casa

Estou fazendo de tudo para conquistar a primeira meta: ser uma professora "magra". Porque não adiantaria eu chegar em 2011 (quando começarei a dar aulas) e pensar, pôxa, estou tão gorda! Mas agora ainda dá tempo para eu consertar isso.

Agora: eu poderia pensar também: que merda, eu era tão magrinha e fiz isso comigo! Mas o que ganharia assim? Depressão.

Entende?

Você está certíssima em se questionar: mas não se maltrate por uma guerra perdida (contra o passado). Prepare-se para a batalha que você pode vencer: modificar sua vida agora.

Dá uma olhadinha nesse post:

http://meu-emagrecimento-vania.blogspot.com/2008/05/100-sugestes-para-uma-vida-mais-feliz.html


Beijos Renata.

sabrynna disse...

Oi Renata,que bom que vc fez essa análise de si mesma, que está bem consciente de tudo.Porém vc é uma mulher jovem e pode perfeitamente reverter essa situação. Eu estou aqui em outro país, com uma língua que não é a minha, mas buscando, estudando, no momento estou com um emprego onde ganho pouquissimo, mas estou lutando pra ver se consigo algo melhor. No quesito corpo, também ando acomodada, mas nunca vou desistir por que sei que sou capaz de reverter essa situação. Então amiga, se cuide, vá a luta, estude para concursos...enfim vc pode tudo! Beijos e boa semana.

Rogeria disse...

Amiga cada pessoa tem o seu tempo próprio. Não desafie o tempo, siga o seu ritmo.Sem se violentar em nada, acredite vc consegue.
Eu escolhi administraçao por ja trabalhar na area, sou funcionaria publica e so vou crescer com cartucho(se é que vc me entende)mas meu sonho era Psicologia(adoro comportamento humano) eu graças a Deus nao fiquei nenhuma vez de DP ou recuperacao, ganho pouco sou paimae de 3 filhos entao tive que valorizar cada centavos e fiz das tripa meu coracao para pagar a faculdade ,deve ser por isso que me esforcei muitoooooooooooo.
Te entendo mais do que vc pensa, se cuida amiga, respira fundo e se precisar respire novamente ate que estes pulmoes se encha de oxigenio novo e mande a angustia embora.
Bjus
Ro

Micho en el pais de las maravillas disse...

Rê,
O que você escreveu hoje é nada mais e nada menos o que venho falando há tempos...O tempo de Deus, nada tem a ver com a cronologia dos mortais,ele sabe a hora certa para tudo.
Com isto quero dizer que cada um, sendo uma criatura de Deus tem o seu proprio tempo, a sua propria historia.
Não existe um manual que diz: Casar aos 20, ter sucesso na crreira aos 30, ter filhos aos 25...não é assim que funciona.
Tenha fé, confie, faça sua parte.
E pense que tudo o que for para seu bem acontecerá.
Os anjos dirão amén.
Por outro lado eu não sinto que você esteja depressiva...ao contrario! eu sinto que você esta cada dia mais e mais corajosa.
Porque é necessário ser muito corajosa para admitir as nossas falhas, e retomar o nosso caminho.
Amo você, estou na torcida como sempre!

Nanda Machado Peres disse...

Rê!!!

Adorei esta mensagem!!
Vc escreve muito bem...
Sem dúvida: VOCÊ CONSEGUIRÁ, porque você pode!!!

Mta luz para energizar seu dia.
Mtos Beijos

Beth disse...

Querida, eu também me abandonei, um dia. Me perdi de mim, enquanto jurava de pés juntos que estava ali, em sintonia total. Até estava, mas em parte. Total? Não. E me preparava para um dia, sei lá quando, dar a virada. Na vida profissional sempre estive na batalha, na vida pessoal em muitos aspectos também. Mas no meu corpo, na minha saúde e na transformação de tantas coisas, eu empurrava com a barriga, por sinal esta cada vez maior. E quando muita gente achava que eu jamais viraria o jogo, afinal estava com quase 50 anos de idade, obesa mórbida e muito tranquila com a minha situação, o que eu fiz? Decidi que era a hora de mudar a história. Afinal, por que eu me manteria numa situação que não me agradava, embora eu até convivesse bem com ela? Por que eu continuaria me arriscando, afinal a saúde um dia cansaria do descaso que eu empreendia? Por que eu continuaria tendo dificuldades na vida prática, com as quais me acostumara e aprendera a lidar, se podia ser diferente? E assim, eu cismei e mudei o jogo. Entrei firme na estrada e estou aí, há 5 anos, firme e forte nela. Tem horas que não estou tão firme, tem horas que não estou tão forte. Tem horas que não estou nada. Tem horas que estou tudo. É assim mesmo.
O que eu digo é: nunca é tarde. Mas querida, por que esperar? Por que deixar a vida passando e um dia, sei lá quando, virar o jogo? Vire já! O fato é que se acostuma até mesmo com as chatices da situação atual e o novo assusta, então deixa pra depois. Você é jovem, linda, competente. Não deixe o bonde passar, vá nele. Faça acontecer garota.
Beijo no coração e obrigada pelo carinho, recíproco tá?
Beth
http://aconquista.zip.net

Bibi disse...

Nossa menina é a primeira vez que venho aqui, mas posso dizer que ao ler eu senti muitas coisas iguais a que vc sente, parecia que vc estava interpretando meu interior e muitas vezes não sei colocar para fora de uma forma tão bem escrita e fácil de entender como você! você não esta sózinha , lembre-se que a primeira pessoa a te ajudar e sua melhor amiga é vc mesma, por isso tem que se dar bons conselhos, eu tava que nem você assim perdidinha, acabada, parecendo um trapo, um menino não aparava a sombrancelha, não penteava o cabelo, não tirava o busso , não tinha vontade ... e tre le le, tre le le, mas resolvi mudar eu precisava me sacudir , me amar, ninguém vai estender a mão pra mim e dizer vem benzinho vou fazer tudo ficar bem, cara eu ainda não fiz facul, ainda não tenho filhos, não descobri como emagrecer, pois já fiz muitas coisas e não saio do lugar, mas e dai eu posso estar gorda, mas não posso me abandonar , meti a comprar roupas, peguei umas aulas de maquiagem na net , fiz escova de cabelo , limpei a sombrancelha, fiz as unhas, tirei o busso... isso eu mesma fiz tudinho, cara quando eu me olhei era outra mulher, pode ter o mesmo corpo e tal mas eu estava melhor, e quando a gente se sente melhor tudo em nossa volta fica melhor, vc fica feliz, as pessoas te elogian, vc não liga para as criticas, você quer estar sempre bem todos os dias, vc precisa se ouvir , ouvir seu intimo, ouvir a menina que quer sair dai de dentro, aquela pervertida, safadinha, brincalhona, legal, solta tudo querida, deixa ela vir, deixa vir a adormecida, acorda esse furacão dentro de você! vc é linda, linda mesmo e quero ver você sair da toca , o seu intimo precisa passear...

Um forte abraço