domingo, 11 de maio de 2008

O mundo está acabando?

Ultimamente ando desconfiada que o fim dos tempos está próximo.

Todo dia tem uma catástrofe nova.
Depois de Tsunami e Katrina, agora o ciclone em Mianmar e por ultimo o terremoto na China.
Em Mianmar já foram encontrados 33 mil mortos e os políticos de lá (os militares) ficam dificultando a entrada da ONU e da ajuda do resto do mundo. É o cúmulo do egoísmo e da falta de humanidade com o próximo. Quando vejo as imagens e as notícias na TV o meu coração dói e me sobe uma ira enorme.
Se eles tratam assim o povo de seu país, imagina como tratariam os seus inimigos?
Na China já são quase 9 mil mortos e uma escola foi soterrada com 900 crianças.

Não temos noção da dor e do desespero das pessoas que moram nesses países.
Aqui no Brasil, de vez em quando acontece uns alagamentos, uns temporais que deixam pessoas desabrigadas e alguns mortos. Mas nada se compara com o que está acontecendo no lá fora.

Fico pensando em como um país tão grande, tão lindo, tão bom, com tantos rios, enorme biodiversidade de fauna e flora, amazônia, gente trabalhadora e inteligente e sobretudo abençoado por Deus não vai pra frente. Não consegue resolver o problema de transporte, saúde, educação e moradia com uma das maiores arrecadações de impostos do mundo.

A única explicação, seria a de um desastre constante que se instalou lá em Brasilia chamado Congresso Nacional.
Que me desculpem os chegados em política, mas ultimamente com tanta corrupção e safadeza não da pra pensar de outra forma não.



Por fora ele é tão lindo, mas por dentro nem tanto...

Para ilustrar música de Ana Carolina

Brasil Corrupção
Composição: Ana Carolina e Tom Zé

Neste Brasil corrupção pontapé bundão
puto saco de mau cheiro do Acre ao Rio de Janeiro
Neste país de manda-chuvas
cheio de mãos e luvas
tem sempre alguém se dando bem de São Paulo a Belém
Pego meu violão de guerra pra responder essa sujeira
E como começo de caminho quero a unimultiplicidade
onde cada homem é sozinho a casa da humanidade
Não tenho nada na cabeça a não ser o céu
não tenho nada por sapato a não ser o passo
Neste país de pouca renda senhoras costurando
pela injustiça vão rezando da Bahia ao Espírito Santo
Brasília tem suas estradas mas eu navego é noutras águas
E como começo de caminho quero a unimultiplicidade
onde cada homem é sozinho a casa da humanidade

10 comentários:

Micho en el pais de las maravillas disse...

sabe uma coisa? Eu acho lindo vc estar de voltar para o bloguinho, estudando e sendo Feliz.
Assim tem sempre uma coisa boa de se ler!
Concordo com tudo que vc escreveu.
beijo

ROBERTA disse...

Oi Rê....
Eu amooooooooo essa música aliás tenho Ana Carolina nas veias ha ha ha e adivinha quem me apresentou ela??? PIERRE rsr acredita???
Na escolinha que ele ficava em tempo integral quando tinha uns 3 anos rsrs, tocava e ele chegava em casa cantando até que de presente de dia das crianças pediu o cd dela, comprei né meio temerosa ha ha mas adorei de cara ela canta muitooo e hj temos de tudo dela aqui rsrs...
Falando sobre seu post, assino embaixo viu falta em tudo quanto é lugar do mundo SIMPLICIDADE, COMOÇÃO, RESPEITO e mais uma série de coisas que se for colocar aqui vamos precisar abrir outro blog viu rs mas chega a dar asco mesmo vendo tantas barbaries. O ter hj em dia vale muito mais do que ser e pra isso as pessoas fazem coisas escambrosas passando até por cima da própria ética pra se dar bem, ter vantagem e é exatamente por isso que as coisas estão como vemos ai todos os dias!!!!
É o fim dos tempos sim e quem está promovendo que tudo se acabe em uma proporção maior e mais rápida somos nós mesmo, infelizmente...
Bjos pra vc

Eliza disse...

É verdade, amiga... o mundo está vivendo uma catástrofe. E nosso país, apesar de não passar nem um terço do que se passa lá fora, tá precisando melhorar e muito.

Respondendo às suas perguntas: 1) A mãe dos meus enteados morreu há quase 3 anos. 2) Foi acidente de moto. Ela estava pilotando, vindo do trabalho pra casa.
Realmente sei que uma mãe faz falta. Mas é tão difícil vc ser casada com um homem já com filhos. Estou tentando me acostumar e acho que está dando tudo certo com a gente. Nos damos bem, apesar de saber que nunca poderei substituir a mãe deles (claro!). Mas eles têm uma amiga qdo quiser.

A RA está péssima. Tenho consulta com a nutri no dia 27. Não vejo a hora. Quero começar logo, com acompanhamento.
Amiga, obrigada pelo carinho de sempre. Tenha uma ótima quarta. Beijos.

Andrea disse...

Não é o fim do mundo, mas pé sinal da falta de respeito entre os homens. Realmente É tudo muito triste.

Vou me pesar uma vez por semana, se pesar se tornou compulsivo para mim...Quero logo emagrecer e cada vez que subo na balança espero um milagre - rsrsrs.

Adoro filmes também, sinto que só posso assitir por dvd. Nessas horas me irrita morar aqui!!!

Nem com a gata atravancando o meu caminho eu deixo de me pesar...Mas eu dia eu consigo!

Um beijão!

bLis Aguiar disse...

Renata, que saudade!
Tava aqui lendo, tentando ficar por dentro das últimas notícias suas, espero que as coisas estejam melhorando amiga!
Linda, me manda seu fixo por email, assim eu te ligo e a gente conversa melhor!
Se cuida, tá?
Um enorme beijo pra vcs

ROBERTA disse...

Oi Rê...
Obrigada pela felicitação dos dias das mães rsrs e pra te ser sincera nem eu mesma sei viu como dou conta de tanta coisa ha ha ha, mas procuro sempre fazer o melhor principalmente para Pierre...
Aqui em Uberaba tem uma feirinha que tem uma barraca de milho e que vende o caldo de milho com frango desfiado, queijo ralado (a gosto) salsinha e cebolinha. Amigaaaa é de tomar isso rezando ha ha ha bom demais da conta.....
Amiga bjos e bom final de semana

Beth disse...

É a natureza dando a sua resposta ao mau trato que recebe há tanto tempo, é o homem pagando pelo que faz. Quando ao Brasil, sempre tenho esperança, porque se ela for embora, como fica né?
Beijão! Ótimo final de semana!
Beth
http://aconquista.zip.net

Vania disse...

Mas, olhe por outro lado: a vida de muita gente está melhor hoje do que alguns anos atrás (quando o serviço público estava sendo sucateado). E você tem razão: já existem tantos desastres "naturais", que não seria necessário nenhum tipo de intervenção humana (guerra, terrorismo, corrupção) para piorar...
Mas as pessoas acabam encontrando outros "sentidos", outros modos de "reconstruir" suas vidas, refazer uma história e isso também é belo!
Que bom que vc sente compaixão (sentimento em baixa na cultura atual) porque a maioria nem liga...
Também sofro quando vejo tudo isso, mas penso, depois: é incrível a capacidade humana de "continuar vivendo" e isso é um dom!
Bj, foi muito legal visitar você! Desfocar do próprio umbigo é tão importante e faz tão bem!

Fofinha disse...

Oi!!!
Gostaria lhe agradecer muito a força que me deu!!! Ja estou bem melhor e voltei com força total.

Qto a politica concordo perfeitamente com voce!!! Temos tudo para ser um pais top mas....
Odeio politica!

Bjinhos

Fofinha disse...

Ai esqueci de falar, sobre o seu comentario no meu blog...
As vezes acho que temos esses parentes que parecem conosco para que possamos aprender!!!
Qto ao seu pai espero que ele esteja melhor!!! Realmente familia com problema é florida rs.

Se deus quiser essa mare de coisa ruins logo logo irão passar.

Juntas venceremos e ficaremos lindas!!!