segunda-feira, 14 de janeiro de 2008

Semana Nova, vida nova?


Tô aqui cheia de coisas pra fazer, mas nada me atrai.
Enquanto a vontade não vem, fico na net.
Óooo Céus, Óoo vida...

Segunda todo mundo sai cedo pra trabalhar e ganhar dinheiro e eu fico em casa, com a bagunça do final de semana e bolsos vazios.
Parece que pra sociedade a mulher só presta se trabalhar fora.
Mesmo que ela seja uma porca, mesmo que o marido ande todo amassado, mesmo que os filhos sejam criados pela babá, e, mesmo que a casa pareça um chiqueiro, se a mulher não "trabalhar fora" ela é uma inútil e pronto.
Esse negócio de Amélia é do século passado.

O "povo" fala que a mulher não faz nada... que não tem nada pra fazer em casa...
Como assim? Nada pra fazer?
Dona de casa meu filho, sempre tem coisas pra fazer. Sempre tem um canto pra limpar, uma roupinha pra colocar no lugar, uma janela que só vê água quando chove...
Só que às vezes a gente não quer fazer só essas coisas.
Eu quero trabalhar, nem que seja pra calar a boca do "povo". Pois, mesmo ralando o dia todo, fazendo literalmente o "CASA, COMIDA E ROUPA LAVADA', fico com aquela sensação de inutilidade, de falta de produtividade e lá no fundo eu sei que essa sensação só vai ir embora quando eu arrumar um emprego.
Nem que seja um estágio fuleiro, nem que seja vender bala. Qualquer coisa.

Quando falo essas coisas, da minha crise existencial... o mesmo "povo" que me fala mau das mulheres que não trabalham fora falam assim: "Menina, não fala assim não, você tem saúde, tem uma casa, tem um bom marido, tra´lalá..."
Afff, dinheiro no seu bolso ninguém coloca, e, mesmo se colocasse aquela sensação de inutilidade e os olhares de cobrança não iriam embora.
Acho que mesmo sendo a mulher maravilha, sempre vão falar.
Só não falam das que ganham bem, das aparentemente bem sucedidas, que possuem status.

Mas, tirando as cobranças, eu até gosto de ficar em casa.
Fora os infindáveis afazeres domésticos eu leio, fico na net, vejo filme, novela, como besteiras...
E, quando mais nada me atrai, eu vou pra rua ver gente, vou no supermecado, no shoping que tem aqui pertinho ver vitrini (só ver né).

Mulher Maravilha depois do Mc Donald e Coca Cola

E assim eu vou levando. Acho que vou começar a estudar pra concurso. Quem sabe assim eu arrumo um emprego.

Mudando de assunto: O Fabricio veio embora do Rio na sexta atarde porque o prédio em que ele estava teve que ser evacuado por causa de uma ameaça de bomba. Agora teve que voltar pra terminar o serviço. Aí gasta-se tempo e dinheiro.
Ainda bem que foi só uma ameça né. Aonde vamos parar com essas coisas? Vai que as ameaças começam a ser cumpridas? Eu que nunca fui no Rio e não ligo muito pro que as manchetes falam, já estou ficando com medo. Alguém vai ter que colocar um fim nessa violência. Será se tem jeito?

Ontem, na missa, o padre falou mau do Big Brother.
Disse que nossa TV está cada vez mais suja. Que esse programa leva a libertinagem, a bebida e o pecado pra nossas casas.
É claro que o povo ficou com os olhos arregalados porque praticamente todo mundo assiste ao programa né. Depois fiquei pensando nisso.
Fiquei lembrando da primeira festa, a grega. Quem viu sabe do que estou falando. Aquelas mulheres bêbadas no final da festa só faltavam arrancar a roupa. Todos estavam alterados, se esfregando no chão.
Ainda não começaram as brigas, mas quando tem confusão a gente gosta mais ainda né?
Porque somos assim? porque gostamos tanto de baixaria? De fofocas, brigas...

Lembrei da música do Roberto e Erasmo.

Que culpa tenho eu
Me diga amigo meu
Será que tudo que eu gosto
É ilegal, é imoral ou engorda?

Acho que mais uma vez vou ser obrigada a concordar com o Roberto Carlos.

5 comentários:

Márcia disse...

Olá! Quem fala que dona de casanão faz nada é pq nunca acompanhou o dia a dia de uma... é muita coisa pra fazer sim!! E são serviços que ninguém gosta muito. Ignore os comentários de pessoas que são infelizes com a vida que levam e descontam falando da vida dos outros... deixa entrar por um ouvido e sair pelo outro! Tenha uma ótima semana! Bjks

Micho en el pais de las maravillas disse...

Bom!
Eu vou comentar por tópicos, vou falar da minha inmensa vontade de ficar pra sempre em casa cuidando do gabo, lendo, tendo milhares de vasinhos de flor super bem cuidados , pintando , bordando, aprendendo a cozinhar coisas lindas com o Jamie Oliver...
Porque mesmo trabalhando muito fora eu sentia que estava deixando meu filho de lado, que minha casa não estava nunca limpa que eu não tinha nunca tempo para mim!
Eu quero esperar o Henrri sempre linda e arrumadinha e não encontrar com ele entre uma reunião e outra toda amassada e aborrecida!
Não fica triste! Eu quero tanto ser Amelia e nunca mais ter um chefe chato na vida, que me inveje e que tenha medo da minha capacidade.
Não quero nunca mais perder meu emprego e ser julgada!
AH meu Deus.
Este comentário não ajudou nada!
vamos perder o tempo juntas?
vem pra cá cedinho com o Fabricio , vamos brincar de madame, almoçar juntas ir ao shopping, brincar com o Gabo e no fim do dia jantar com os maridos.
Beijos

Juuu disse...

Oiii

Eu fico em casa o dia todo tbm.... mas sou uma pééééssima dona de casa... como disse vc, as janelas aqui em casa só vêem água quando chove mesmo... aheuaheuaheea... passo dia e noite estudando e sempre escuto alguém insinuando que faço nada tbm... o pior é que nem posso me defender pq fica só na insinuação mesmo.... ¬¬

Agora não concordo que programas de televisão levem quem assista a todas aquelas coisas que o padre falou... :)... acho que tudo depende da educação que temos dentro de casa, acho que quem é pai e mãe tem mais é que aproveitar as "coisas ruins" dos programas pra mostrar pros filhos o que é bom e o que não é na conduta de uma pessoa, e o BB é muito bom pra ensinar tbm que não existem pessoas totalmente más, nem totalmente boas e que quando as pessoas excedem os limites passam vergonha mesmo.... heueheuehueheu... sei lá tbm né... hueheuehue... cada um é cada um... ehueheuehe

Ahhhhh... já me perguntaram MUITO se eu tava grávida tbm... ¬¬ ... resposta infalível: arregale os olhos, faça a maior cara de inocente, sorria e pergunte: "Ué, por que???", depois divirta-se com o constrangimento da pesoa sem-noção que vêm se meter onde não foi chamada.... ehueheueheueh

Ahhhh [2].... se eu já estivesse formada, faria bem o que vc disse... iria procurando emprego e estudando pra concursos.... mas faça isso POR VC viu!!! Pras "amigas" a gente só mostra o resultado depois.... :D

Bjão migaaaaaa!!!!
=******

Butterfly disse...

Oiiee, eu também preciso arrumar um emprego urgentemente! Sei bem o que sente. Não aguento mais ficar em casa, preciso me sentir mais útil e ainda ganhar um dinheirinho! Mas enquanto isso não acontece, vou estudando para concurso mesmo.
Amiga, vamos a luta! Vamos conseguir tudo o que queremos, mas se conseguirmos só emagrecer e arrumar um emprego já está de bom tamanho, não acha?? hauhauhauhau Claro que sim!!! :)
Bjos

Edna Araújo disse...

Oiê!!!
A Denise esteve aqui e mostrei seu blog a Keli, ela amou viu?
Adoro suas narrativas, sempre cheias de bom humor e com aquilo que todo mundo gostaria de dizer.
Realmente dona de casa è fogo, não tem valor, mas que seria desse mundo sem as donas de casa?
Alguèm tem que fazer alguma coisa em casa, senão como vamos ficar nè?
E diga -se de passagem a gente fica toda dolorida e sem remuneração.

Eu gosto de ficar em casa mas às vezes da uma vontade de chutar o balde, por isso todo mundo aqui em casa rala comigo, pra me dar valor, rs, rs, rs...
Não tenho visto o BBB, mas colocar o cerebro de molho às vezes faz parte tb , de vez em quando eu coloco, è bom...

Quanto às roupas è isso mesmo, todo mundo igual parecendo Barbie, comprar algo diferente, sò se pagar costureira pra fazer, pois a moda agora è amarelão, credo!

Aqui estamos bem jà arrumei escola do Douglas e Isabela, e tb no curso de idiomas. Ainda não dei "aquela"passeadinha bàsica,to doida para ir à feira, nem que seja para saper, kkkk
Beijinhos